Teorias

T

Teorias críticas em organização do conhecimento

Da Luneta Aristotélica de Emanuele Tesauro à Desclassificação de Antonio García Gutierrez, passando pela Epistemologia Social, e por toda a dimensão do pensamento de Hope Olson, percorrendo os labirintos das práticas de metarrepresentação dos sujeitos, das palavras e das coisas, as teorias da Organização do Conhecimento nos apresentam a miséria e a fratura do mundo. Reuni-las, (re)pensá-las, problematiza-las e testa-las em suas potencialidades críticas, eis o destino dos satélites.

Quais as mazelas escondidas, quais as opressões multiplicadas pelas teorizações em Organização do Conhecimento? Como uma organização ordinária dos saberes socialmente oprimidos pode atuar na direção oposta a essas investigações filosóficas? Como Paulo Freire pode nos redimensionar? De onde vêm, quem produz, quais grupos revisitaram, quais comunidades são afetadas por tais construtos teóricos?

O satélite está em órbita...

© 2018 - Ecce Liber: filosofia, linguagem e organização dos saberes

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ