NOSSA HISTÓRIA

H

Histórias ecceliberianas

Da metafísica da organização do ser à organização da diversidade dos transaberes: o grupo de pesquisa "Ecce Liber: filosofia, linguagem e organização dos saberes" surgiu em 2011, então como grupo de discussão, no contexto das experiências de docentes e discentes da Escola de Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Em 2013, o coletivo foi formalizado em uma parceria entre o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e a Unirio, sob a coordenação de Gustavo Saldanha e Naira Silveira.

A partir deste contexto, surgem as grandes parcerias de pesquisa do grupo no contexto das práticas em organização e representação do conhecimento, incluindo indexação, catalogação e classificação, apropriação e uso de tecnologias e de distintas linguagens.

 

A partir a experiência histórica e contemporânea das investigações de Rosali Fernandez de Souza e o grupo de pesquisa Organização do Conhecimento, do IBICT, se constitui os Colóquios de Organização do Conhecimento, desde 2015, junto de práticas disciplinares, intercâmbios de pesquisadores brasileiros e produção bibliográfica.

 

Por sua vez, a partir da manifestação conceitual e dos gestos históricos da Bibliografia, em diálogo com o trabalho de pesquisa de Giulia Crippa e o grupo Bibliotheca Disciplinata, da USP, se estabelece a segunda parceria central para a proposta.

Partindo da reflexão filosófico-epistemológica da construção do campo biblioteconômico-informacional, o Ecce Liber grupo se desenvolveu, entre 2011 e 2013, sob as linhas de pesquisa "Filosofia do livro", "Estudos comparados e internacionais na perspectiva bibliológica" e "Fundamentos da Bibliologia". 

A construção da experiência coletiva gerou o desenvolvimento de programas empíricos visando à exploração aplicada das discussões filosóficas que orbitam os estudos do livro, do documento e da informação. Nascem assim os programas "Itinerários volobibliográficos", "Centro de Estudos Histórico-Epistemológico da Biblioteconomia Brasileira (CEHEBB), "Brasilianas", "Oralidades" e "Ateliê de traduções". 

Os ecceliberianos respondem por estudantes, mestres, doutores, professores e pesquisadores dedicados aos estudos informacionais e áreas afins.

Conheça AQUI os demais programas, projetos e ações do Ecce Liber. 

© 2018 - Ecce Liber: filosofia, linguagem e organização dos saberes

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ